homepage middle highlight
homepage middle highlight
homepage middle highlight
Petróleo BRENT: 48.00 USD,   0.77, 1.17%
Petróleo WTI: 49.15 USD,   -0.33, -0.67%
Gás Natural: 2.16 USD,   0.01, 0.60%
Notícias
Comunicado de Imprensa

Press Release Image


Declaração de Comercialidade do Poço Lira-1 Bloco 15/14, Poço Katambi-1 Bloco 24/11 e Poço Lontra -1 Bloco 20/15 

A SONANGOL E.P., em confomidade com vários Decretos Presidenciais,  declara poços, nas Bacias do Baixo Congo e Kwanza, como poços comerciais de gás...

Leia mais

Declaração de Comercialidade do Poço Lira-1 Bloco 15/14, Poço Katambi-1 Bloco 24/11 e Poço Lontra -1 Bloco 20/15

 
A SONANGOL E.P. – Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola, titular da Concessão do Bloco 15/14-Lira, em confomidade com o Decreto Presidencial nº 152/14 de 12 de Junho,  declara o Lira-1 do bloco 15/14, na Bacia do Baixo Congo, como poço comercial de gás na sequência da perfuração e descoberta do reservatório que contém gás natural e condensado.

A Concessionária Nacional, de acordo com o segundo parágrafo do nº 3 do artº 29º  do Contrato de Partilha de Produção do bloco 15/06, iniciará contactos com o operador da concessão do bloco 15/06 para a discussão das possiveis opções, visando o aproveitamento, desenvolvimento e monetização dos recursos de gás natural descobertos.

Simultaneamente, em coordenação com o Ministério dos Petróleos que tutela a actividade petrolífera, continuará a trabalhar com o executivo na indispensável definição da legislação adequada e no quadro regulatório, contratual, tributário e fiscal que permita o contínuo investimento para a confirmação do potencial de exploração de gás natural e para a monetização dos recursos descobertos no quadro geral da estratégia para a gaseificação da nossa economia.

Declaração de Comercialidade do Poço Katambi-1 Bloco 24/11

A SONANGOL E.P. – Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola, em confomidade com o nº 7 do artº 29º do Contrato de Partilha de Produção datado de 20 de Dezembro de 2011 e assinado entre a petrolífera estatal angolana, a BP Exploration Angola (Kwanza- Benguela) Limited e a Sonangol Pesquisa e Produção, S.A., após o relatório final do operador da concessão, declara o Katambi-1, no bloco 24/11, na bacia do Kwanza como poço comercial de gás, na sequência da perfuração e descoberta do reservatório que contém gás natural e condensado.

As amostras recolhidas, num total de 54 testemunhos laterais, indicaram a presença de gás e condensado.

Os recursos in place pós-perfuração (STOOIP/GIIP) estão estimados em 280 milhões de barris de condensado, 8 trilhões de pés cúbicos de gás, perfazendo um total de 1,7 bilhões de barris de “óleo equivalente”.

A Concessionária Nacional, de acordo com o nº 7 e nº 8 do artº 29º  do Contrato de Partilha de Produção, iniciará brevemente contactos com o operador da concessão do bloco 24/11 para a discussão das opções, visando o aproveitamento, desenvolvimento e monetização dos recursos de gás natural descobertos.

Simultaneamente, em coordenação com o Ministério dos Petróleos que tutela a actividade petrolifera, continuará a trabalhar com o executivo na indispensável definição da legislação adequada e no quadro regulatório, contratual, tributário e fiscal que permita o contínuo investimento para a confirmação do potencial de exploração de gás natural e para a monetização dos recursos descobertos no quadro geral da estratégia para a gaseificação da nossa economia.

Declaração de Comercialidade do Poço Lontra -1 Bloco 20/15

A SONANGOL E.P. – Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola, titular da Concessão do bloco 20/15,  em conformidade com o Decreto Presidencial nº 212/15 de 2 de Dezembro,  declara o Lontra-1 do bloco 20/15, na Bacia do Kwanza, como poço comercial de gás, na sequência da perfuração e descoberta do reservatório que contém gás natural e condensado.

Os resultados dos testes confirmam a presença de gás e condensado, com os recursos pós-perfuração (STOOIP/GIIP) estimados em 139 milhões de barris de condensado e 2,5 trilhões de pés cúbicos de gás, perfazendo um total de 570 milhões de barris de óleo equivalente.

A Concessionária Nacional, de acordo com o nº 7 e nº 8  do artº 29º  do Contrato de Partilha de Produção do bloco 20/11, iniciará contactos com o operador da concessão do bloco 20/11 para a discussão das possiveis opções, visando o aproveitamento, desenvolvimento e monetização dos recursos de gás natural descobertos.

Simultaneamente, em coordenação com o Ministério dos Petróleos que tutela a actividade petrolífera, continuará a trabalhar com o executivo na indispensável definição da legislação adequada e no quadro regulatório, contratual, tributário e fiscal que permita o contínuo investimento para a confirmação do potencial de exploração de gás natural e para a monetização dos recursos descobertos no quadro geral da estratégia para a gaseificação da nossa economia


Gabinete de Comunicação e Imagem da Sonangol E.P., em Luanda, aos 13 de Abril de 2016.

 

 

 
 
 

 

Destaques
Annual accounts and report 2014 Cadeia de Fornecedores Licitações 2015