• Notícias


    Sonangol poupa cerca de 400 milhões de dólares e cria com a Seadrill parceria para gestão de Navios-Sonda

    14 de fevereiro de 2019
    Autor:


    triple_deep_drill.pngA Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola - Sonangol E.P., e a Seadrill Limited assinaram, no passado dia 06 de Fevereiro, o acordo para a constituição de uma parceria designada por Sonadrill. O objectivo definido é a gestão técnica, comercial e operacional de quatro unidades de perfuração, concentrando-se nas operações petrolíferas em águas angolanas.
     
    A joint-venture, de participação igualitária de 50%, tem a Empresa de Serviços e Sondagens de Angola, Lda. - ESSA a representar a Sonangol. As partes colocarão à disposição da Sonadrill quatro unidades de perfuração petrolífera, recorrendo a Seadrill à sua própria frota e a Sonangol aos seus dois navios-sonda: “Sonangol Libongos” e “Sonangol Quenguela”. Os dois equipamentos, navios de 7ª geração, têm capacidade de perfuração em águas ultra-profundas e estão em fase final de construção no estaleiro naval da Daewoo Shipbuilding and Marine Engineering Co., Ltd - DSME, na Coreia do Sul, com entrega prevista para o primeiro semestre de 2019.
     
    Importa referir que a Sonangol concluiu a 26 de Dezembro de 2018 as negociações da transação desses dois equipamentos com o estaleiro Sul Coreano, que configurava já uma situação de pré-litígio, com repercussões negativas para as relações entre os dois países, tendo alcançado uma substancial redução de aproximadamente 400 Milhões de Dólares Americanos do valor inicial do contrato.
     
    A Seadrill irá responsabilizar-se pelo comissionamento e mobilização dos navios sonda da Sonangol para Angola, ao abrigo de um contrato celebrado com a petrolífera angolana. A parceria com a Seadrill terá a duração inicial de cinco anos, durante os quais deverá aproveitar as oportunidades de um mercado que se ambiciona crescer significativamente nos próximos anos.
     
    A Sonangol mantém-se firmemente determinada em contribuir para o esforço do relançamento da indústria petrolífera nacional, de forma sustentável e assumindo-se geradora de emprego.