offshore-worker2.png

Sempre que possível e quando n​ecessário a Sonangol expande as suas actividades para outras indústrias e sectores.
A medida que foi crescendo, Sonangol foi-se especializando e neste percurso para cumprimento dos seus objectivos constituiu a subsidiária Sonangol Holdings, cujo o objecto social é a constituição de parcerias (joint ventures) com outras empresas lhe permitam o pleno exercício das suas actividades.

Por exemplo quando não havia empresas nacionais capazes de participar no sector petrolífero, a Sonangol participou da criação das empresas:

  • Paenal – Po​rto Amboim Estaleiros Navais - empresa a actividade metalo-mecânica, designadamente, construções navais e outros bens metalo-mecanicos para a indústria petrolífera, de gás e outras, plataformas marítimas vocacionada para o perfuração de poços;
  • Sonamet - em​presa de prestação de serviços de fabricação de estruturas metálicas para suporte à indústria petrolífera;
  • Sonasurf – empresa vocacionada a prestação de serviços marítimos ás operações petrolíferas;
  • Sonasing – empresa detentora de FPSO (Floading, Production, Storage and Offloading) que operam no offshore angolano;

Sendo uma empresa pública, a Sonangol tem, de entre outros objectivos, a obrigação de promover a criação de empregos, a aquisição de tecnologia e o desenvolvimento da perícia das empresas nacionais. 

Neste contexto o governo de Angola estabeleceu legislação que visa o favorecimento das empresas nacionais (quando capazes) em detrimento de empresas estrangeiras que exerçam o mesmo ramo de actividade.​

Algumas das empresas participadas
Sonils:  base logística de apoio às operações do sector petrolífero. Sonadiets: assistência técnica, manutenção e formação profissional. Sonaid: fornecimento, armazenagem, manutenção e reparação de equipamento tubular para a perfuração de petróleo e gás.
SonanGalp: distribuição e comercialização de combustíveis e derivados. Angoflex: construção de umbilicais e produtos associados para a indústria de petróleo e gás. Kwanda: base logística de apoio às operações do sector petrolífero.
BAI (Banco Angolano de Investimento): exercício da actividade bancária. Sonatide: prestação de serviços marítimos ás operações petrolíferas. OPS: operação e manutenção de navios e FPSO que operam no offshore angolano​.