• News


    COMUNICADO DE IMPRENSA: Sonangol tem novo navio-sonda

    22 de março de 2019
    Author:


     

    "Libongos", localidade situada na região do Bengo, onde existem afloramentos de petróleo a superfície, foi o nome escolhido para o novo navio-sonda da Sonangol.

    libongos_pca_highlight.pngA tradicional cerimónia de baptismo realizou-se ontem, 21 de Março, em Busan, na Coreia do Sul, e contou com a presença da Primeira-Dama da República, Ana Dias Lourenço, como madrinha do navio, do Presidente do Conselho de Administração da Sonangol, Carlos Saturnino, dos Administradores Executivos Alice Sopas, Rosário Isaac e Baltazar Miguel, do Secretário de Estado de Petróleos, José Barroso, do Presidente do Conselho de Administração da Agência Nacional de Petróleo e Gás, Paulino Jerónimo, do Embaixador de Angola na Coreia do Sul, Albino Malungo, de Anton Dibowitz, presidente da Seadrill e como não poderia deixar de ser, de Sung Leep Jung, Presidente da DAEWOO SHIPBUILDING MARINE ENGINEERING-"DSME", enquanto anfitrião, além de representantes das operadoras petrolíferas em Angola, quadros seniores da petrolífera nacional, entre outras figuras.

    O projecto de construção foi concebido para obedecer a uma estratégia do programa de exploração petrolífera, que deverá garantir novas descobertas e a consolidação das reservas para o futuro, tendo em atenção, fundamentalmente, a satisfação das necessidades do país.

    O novo navio, que garantirá, numa primeira fase, emprego a cerca de 1.200 trabalhadores, entre nacionais e estrangeiros, tem capacidade de operação em águas profundas, ultra profundas e no pré-sal, e estará disponível à executar trabalhos a nível nacional e internacional.

    No seu discurso, o PCA Carlos Saturnino, frisou que a materialização deste projecto se consubstancia no alcance de mais um marco no âmbito do relançamento da indústria petrolífera angolana rumo ao aumento da produção e das reservas nacionais. "Tendo agora em nossas mãos um navio sonda, cujas especificações permitem ultrapassar os desafios das novas fronteiras de exploração e produção, a Sonangol aumenta o leque de serviços integrados da cadeia primária, diminuindo a dependência da disponibilidade externa no cumprimento dos programas de trabalho de exploração", rematou o PCA.

    libongos_big_936px.png