• News


    COMUNICADO DE IMPRENSA: Assinatura de financiamento

    21 de dezembro de 2018
    Author:


    ​A Sonangol E.P., tem o prazer de anunciar o sucesso da assinatura do financiamento de US $ 1.000.000.000 para a sua subsidiária, Sonangol Finance Limited, garantida pela Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola, Empresa Pública.
     
    O acordo, que tem um prazo de cinco anos, foi subscrito na íntegra pelo African Export-Import Bank, Natixis, Société Générale Corporate & Investment Banking and Standard Chartered Bank (em conjunto com “Initial Mandated Lead Arrangers, Bookrunners and Underwriters” ou “IMLABs”), e foi lançado em sindicação geral tendo em vista instituições financeiras internacionais.
     
    O objectivo do acordo é pagar todas as comissões, custos e devidas despesas ao abrigo deste financiamento e financiar a compra ao abrigo dos acordos de compra de créditos, que serão, por sua vez, utilizados pela Sonangol E. P. para financiar as despesas previstas e os requisitos de despesas de capital, após o Programa de Regeneração da Sonangol.
     

  • News


    COMUNICADO DE IMPRENSA: Sonangol e Total assinam Memorando de Entendimento e inauguram novo posto de abastecimento

    21 de dezembro de 2018
    Author:


    ​A Sonangol E.P. e a Total materializaram na manhã desta sexta feira, dia 21 de Dezembro, na sede da petrolífera angolana, em Luanda, o memorando de entendimento assinado em maio passado, com a assinatura de um acordo para a implementação de uma Join Venture entre as duas empresas.

    SNL_Total_memo_big_pic_01.jpg

    A referida parceria tem como finalidade o lançamento de uma rede de retalho para actuar no mercado de distribuição de produtos refinados e actividades conexas, com o objectivo de materializar a estratégia que foi delineada pelo governo, com a aprovação recentemente da lei da concorrência.

    Foram signatários do acordo, o Presidente do Conselho de Administração da Sonangol E.P, Carlos Saturnino e o Director para Africa e Médio Oriente do grupo Total, Stanistas Mittelman.
     
    SNL_Total_memo_big_pic_02.jpg

    Na sua breve intervenção, Carlos Saturnino felicitou e agradeceu o desempenho das equipas pelo esforço realizado e, desejou que esta iniciativa tenha um grande sucesso, para que no futuro possamos ter mais concorrência e melhoria da qualidade de serviços.
     
    Por sua vez, Stanistas Mittelman, realçou que o acordo hoje assinado é muito importante porque marca o inicio de uma nova actividade para a Total em Angola, que é a distribuição de combustível.
     
    Dando sequência ao programa e no âmbito do acordo firmado, foi inaugurado hoje, pela Presidente da Comissão Administrativa de Luanda, Maria Nelumba, o primeiro posto de abastecimento de combustível, situado no bairro São Paulo, em Luanda, com a marca Total. Inicialmente esta parceria terá uma rede de 45 (quarenta e cinco) Postos de Abastecimento espalhados por 11 (Onze) províncias do país.
     
    Participaram da cerimónia, os Administradores Executivos da Sonangol E.P., Membros das Comissões Executivas da Sonangol Distribuidora, da Sonangol Logística, da Sonagás, da Sonaref, da Sonangol Holdings, Gestores da Total Angola e Directores Corporativos.

  • News


    CONCURSO LIMITADO POR PRÉVIA QUALIFICAÇÃO: Aquisição de Serviços de Implementação do Sistema Remoto de Gestão Integrada de Combustível de Aviação para a Sonangol Distribuidora

    19 de dezembro de 2018
    Author:


    concurso_dist.comb.aviao.jpg

    A SONANGOL Distribuidora, S.A., vem tornar público, nos termos do disposto no n.º 1 do artigo 69.ºdo artigo 119º e do anexo VIII, da Lei n.º 09/16 de 16 de Junho, Lei dos Contratos Públicos, que está aberto o Concurso Limitado por Prévia Qualificação para Aquisição de Serviços de Implementação do Sistema Remoto de Gestão Integrada de Combustível de Aviação.

    1. DADOS DA ENTIDADE PÚBLICA CONTRATANTE (EPC)
    1.1. Designação: SNLD – SONANGOL DISTRIBUIDORA, S.A.
    1.2. Endereço/Localidade/Código postal: Rua Amílcar Cabral, nº110, Luanda, República de Angola.
    1.3. Localidade: Luanda 
    1.4. Província: Luanda
    1.5. Telefone/Fax: (+244) 226670316/ 226670284 / 226670286 / 226670230;
    1.6. Correio Eletrónico /Endereço internet (URL): contratacaopublica@sonangol.co.ao
    1.7. Tipo de entidade contratante e suas principais actividades: A entidade contratante é uma empresa com domínio público, que se dedica a comercialização e distribuição de produtos derivados de petróleo.
    1.8. A EPC está a contratar por conta de outras entidades: Não.
     
    2. INFORMAÇÕES RELATIVAS AO CONTRATO
    2.1. Designação dada ao contrato: Aquisição de Serviços de Implementação do Sistema Remoto de Gestão Integrada de Combustível de Aviação.
    2.2. Tipo de Contrato: Aquisição de Serviços.
    2.3. Local da realização da prestação dos serviços: Província de Luanda, conforme definido no Caderno de Encargos.
    2.4 O concurso implica a celebração de um contrato público: Sim.
    2.5. O concurso está aberto à participação de entidades estrangeiras: Sim.
    2.6. Breve descrição das prestações objecto do contrato: Aquisição de Serviços de Implementação do Sistema Remoto de Gestão Integrada de Combustível de Aviação.
    2.7. Prazo de execução do contrato: até 31 de Dezembro de 2019.
     
    3. INFORMAÇÕES RELATIVAS AOS CANDIDATOS:
    3.1. Requisitos mínimos de capacidade técnica: conforme programa do concurso
    3.2. Requisitos mínimos de capacidade financeira: conforme programa do concurso
    3.3. Documentos destinados a capacidade técnica do candidato: conforme programa do concurso
    3.4. Documentos destinados à da capacidade financeira do candidato: conforme programa do concurso.
    3.5. Exigência de Caução provisória: Não.
     
    4. CRITÉRIO DE ADJUDICAÇÃO
    4.1. Critério: Proposta economicamente mais vantajosa, tendo em conta os factores enunciados nas peças do procedimento.
     
    5. PROCESSO
    5.1. Prazo para recepção de pedidos das peças do procedimento ou para aceder aos documentos: Até às 17:00 do dia 11 de Janeiro de 2019.
    5.2. Prazo para apresentação de candidaturas: Até às 17:00 do dia 11 de Janeiro de 2019.
    As Peças do Procedimento são gratuitas e poderão ser obtidas no endereço: Rua Amílcar Cabral, nº 110, Sonangol Distribuidora – 3º andar, sala DLOG/DC. Para o efeito, os candidatos deverão dirigir-se às referidas instalações com uma pendrive (nova e selada) para a gravação dos ficheiros.
     
    6. INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES
    6.1. Endereço e ponto de contacto onde podem ser obtidas as informações adicionais, as peças do procedimento, enviadas as candidaturas e propostas: Comissão de Avaliação
    Correio electrónico: contratacaopublica@sonangol.co.ao
     
     
    Luanda, 13 de Dezembro de 2018.
     
     
    Bernardo Vieira
    Vogal da Comissão Executiva
     

  • News


    Sonangol E.P. e BP assinam acordos em Luanda e reforçam cooperação bilateral

    17 de dezembro de 2018
    Author:


     

    ​A Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola – SONANGOL E.P. e a British Petroleum (BP) assinaram, na manhã desta segunda-feira, dia 17 de Dezembro, na sede da petrolífera angolana, em Luanda, um acordo na perspectiva de se avançar para a decisão final de investimento no campo Platina, localizado em águas profundas do Bloco 18, em Angola, operado pela referida multinacional.

    Acordo_snl_bp_chamada_1stpx.jpg

    Refira-se que a primeira produção de petróleo no campo Platina está prevista para finais de 2021/início de 2022.

    As duas companhias assinaram também um outro acordo, este sujeito à aprovação do governo de Angola, para a extensão, até 2032, da licença de produção do projecto Grande Plutónio, igualmente no Bloco 18 que se prevê venha a ter 8% de participação da Sonangol.
     
    Foram ainda rubricados dois Memorandos de Entendimento, num dos quais a Sonangol E.P. e a BP concordaram em iniciar discussões para actividades adicionais de exploração nos Blocos 18 e 31, e para o estudo de opções no Bloco 18/15. O outro Memorando é relativo ao início de discussões sobre o financiamento e conclusão da construção do Terminal da Barra do Dande e respectiva instalação de armazenamento de combustíveis, localizados a aproximadamente 30 km a norte de Luanda.
     
    Foram signatários dos acordos, os Presidentes dos Conselhos de Administração da Sonangol E.P. e do Grupo BP, Carlos Saturnino e Bob Dudley, respectivamente.
     
    Na sua breve intervenção, Carlos Saturnino afirmou que a assinatura dos acordos demonstra o trabalho positivo que tem sido realizado pela Sonangol E.P. e pelo executivo angolano, visando a efectivação de mais investimentos para a indústria petrolífera nacional, além de que representa um passo importante para o aumento da capacidade de produção do Bloco 18.
     
    Acordo_snl_bp_chamada_snd.px.jpg
     
    Referiu também que a BP é um grande parceiro de Angola e que a Sonangol E.P. deseja continuar a trabalhar com a referida petrolífera por muitos mais anos.
     
    Por sua vez, Bob Dudley realçou que o acto hoje realizado constitui um marco nas relações entre as duas empresas, e  representa a abertura do caminho para novos investimentos da BP em Angola e, consequentemente, o impulso da produção petrolífera neste país africano.
     

  • News


    Angola tenta impulsionar à exploração de petróleo para travar queda de produção

    14 de dezembro de 2018
    Author:


    ​A empresa estatal de petróleo e gás angolana está a aumentar os esforços para atrair investidores estrangeiros e conter o declínio na produção de petróleo. 

    Considerando-se a actualidade e pertinência do assunto, recomendamos a leitura do artigo da Bloomberg. Clique na imagem abaixo.


    bloomberg_logotipo.png


     

  • News


    Sonangol E.P. E ExxonMobil assinam memorando de entendimento

    14 de dezembro de 2018
    Author:


     
    0.SNL-ExxonMobil_memo_1rst.jpgA Sonangol E.P. e a ExxonMobil Corporation, empresa multinacional de petróleo e gás dos Estados Unidos, rubricaram nesta sexta-feira (14), na sede da petrolífera angolana, um Memorando de Entendimento que define a intenção de assinatura dos contratos de serviços com riscos, para os Blocos 30, 44 e 45 da Bacia do Namibe.
     
    Carlos Saturnino e Andre Kostelnik, Presidente do Conselho de Administração da Sonangol E.P. e Director Geral da ExxonMobil em Angola, respectivamente, foram os signatários do referido Memorando que representa o reforço dos acordos de cooperação existentes entre as duas companhias.
     

     Na sua breve intervenção, Carlos Saturnino realçou que o Memorando se insere no âmbito das orientações do executivo angolano sobre a atracção de investimento estrangeiro, e marca o início de uma nova era e o relançamento da estratégia de exploração petrolífera em Angola, que envolve actividades de prospecção e pesquisa.

     

    Por sua vez, o Director Geral da ExxonMobil, empresa que opera em Angola há mais de 25 anos, afirmou que “o ano de 2018 foi marcado por muitas promessas e mudanças que são bem-vindas”. Andre Kostelnik referiu também que a companhia norte americana está muito entusiasmada com o reforço da cooperação com a Sonangol e interessada em continuar a trabalhar em Angola e assim contribuir para a prosperidade dos angolanos.

     

    Participaram da cerimónia, os Administradores Executivos da Sonangol E.P. Baltazar Miguel, Alice Sopas e Rosário Isaac, assim como Directores e alguns técnicos convidados, igualmente da petrolífera nacional.

    0.SNL-ExxonMobil_memo_3rst.jpg


     
     
     

  • News


    Sonangol E.P. E BP Angola fazem entrega do Centro Dom Bosco

    10 de dezembro de 2018
    Author:


    0.placa.inaugurac.jpgA Sonangol E.P. e a BP Angola, operadora do Bloco 31, assinaram nesta sexta-feira (7), no 5º andar do edifício sede da petrolífera angolana, o protocolo de entrega do projecto de investimento social de reabilitação do Centro juvenil Dom Bosco, localizado na cidade do Luena, província do Moxico.
     
    Esse projecto teve como base a identificação e utilização de estruturas já existentes na referida província, para benefício da juventude, principalmente nas áreas da educação, desporto e cultura, colmatando assim a inexistência de espaços afins.
     
    centro_highlight-1.jpgO centro juvenil Dom Bosco, que será gerido pela igreja católica da diocese da cidade do Luena, possui três pisos, um terraço, 15 salas de aula, área administrativa, biblioteca, cozinha e anfiteatro com capacidade para 500 pessoas. Além da referida reabilitação, foram construídos, de raiz, um chafariz para abastecimento de água potável e uma lavandaria para beneficiar 570 famílias da comunidade que vivem ao redor do centro.
     
    0.padre.maximus.herreaira.jpgO padre Maximus Herreira, representante da igreja católica no Moxico, agradeceu, em nome dos habitantes dessa região de Angola, o gesto da Sonangol E.P. e da BP Angola, que se insere no âmbito da responsabilidade social dessas empresas petrolíferas. De acordo com o padre católico, mesmo durante a reabilitação, as actividades do centro, como a capoeira, a música e outras de carácter artístico, assim como a utilização da biblioteca, não pararam, pois, a dimensão do referido espaço assim o permitiu.
     
    “Não foi necessário destruir nada, pois tratou-se de uma reabilitação”, afirmou o eclesiástico, que de seguida acrescentou: “Então podemos dizer, que assim como se fez uma reabilitação física também se deve fazer com os espíritos, com base nos valores, nos hábitos e costumes das famílias angolanas”.
     
    0.Centro.juvenil.D.Bosco_pessoal.jpg

     

  • News


    Conselho de Administração recebe visita de cortesia de delegação de petrolífera norueguesa

    4 de dezembro de 2018
    Author:


    ​O Conselho de Administração da Sonangol E.P. recebeu, nesta segunda-feira (3), no edifício sede da empresa, em visita de cortesia, uma delegação de altos responsáveis da petrolífera norueguesa Equinor (ex-Statoil).
     
    A visita acontece precisamente no dia em que a ex-Statoil assinala a produção do seu bilionésimo (bilhão) barril de petróleo em Angola, país no qual começou a operar há 27 anos.
     
    No decorrer do encontro, o Presidente do Conselho de Administração da Sonangol E.P., Carlos Saturnino, frisou que os parceiros estrangeiros da petrolífera angolana são bem-vindos, tendo convidado a Equinor a analisar a possibilidade de explorar os Blocos 6 e 1/14, sendo que este último tem igualmente um potencial para a exploração de gás.
     
    0.snl_equinor_big1.jpg

    A delegação visitante retribuiu a gentileza e convidou o PCA a visitar a Noruega para troca de experiências, o que ficou agendado para 2019.
     
    A Sonangol E.P. esteve representada no encontro pelo seu Presidente do Conselho de Administração e pelos Administradores Gaspar Martins, Rosário Isaac, Carlos Pinto, Luís Maria e Alice Sopas. Quanto à delegação da Equinor, esta integrou o Vice-presidente Executivo para a área de Desenvolvimento e Produção Internacional, Torgrim Reitan, Vice-presidente Sénior para o Desenvolvimento e Produção Internacional, Carril Lockhart, e o Vice-Presidente Sénior de Exploração, Nick Maden.
     
    Fizeram igualmente parte da comitiva, Marc Courtemanche, Director Geral da Equinor Angola, Per Johan Bugge, Director Comercial da Equinor Angola, e Cláudia Santana, Directora de Comunicação e Relações Governamentais dessa companhia.
     
    Recorde-se que em Junho de 2017, a referida petrolífera assinou, com a Sonangol E.P., um memorando de cooperação nas áreas Científica, de Gestão, Logística, Finanças, Pesquisa, Desenvolvimento e Operações. Ainda nesse contexto, a Equinor também vai prestar assistência técnica e cooperação em Aprovisionamento, no Bloco 5, a operar pela Sonangol Pesquisa e Produção.
     
    0.snl_equinor_big2.jpg

     

  • News


    PROGRAMA DE REGENERAÇÃO DA SONANGOL: Balanço de Actividades (Vídeo)

    16 de novembro de 2018
    Author:


    Durante a cerimônia de apresentação do seu programa de Regeneração, o Conselho de Administração da Sonangol E.P., na voz do seu presidente, fez a descrição, em pormenores, perante os órgãos de imprensa nacional e internacional, do balanço de actividades em que esteve envolvida deste a tomada de posse, em Novembro de 2017.

    Clique na imagem abaixo e veja o vídeo do referido Balanço de Actividades, bem como as perspectivas que aguardam a empresa nacional de petróleos.


    Balance_interface.jpg


     

  • News


    PROGRAMA DE REGENERAÇÃO DA SONANGOL: Resumo Executivo (Vídeo)

    15 de novembro de 2018
    Author:


    Em cerimónia solene realizada nas instalações do Instituto Superior Politécnico Tecnologias e Ciências - ISPTEC, localizado em Talatona, Luanda, a Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola – Sonangol E.P. efectou hoje, 15 de Novembro, o lançamento oficial do seu Programa de Regeneração aprovado pelo Presidente da República, João Lourenço, a 26/09/18.  


    A implementação do Programa de Regeneração coloca o foco da empresa estatal nas actividades da cadeia de valor da indústria petrolífera, isto é: prospecção, pesquisa e produção de petróleo bruto e gás natural, refinação, liquefação de gás natural, transporte, armazenagem, distribuição e comercialização de produtos derivados.


    Clique na imagem abaixo, e veja o vídeo do Resumo Executivo exibido na referida cerimónia.

    rEGENERACAO_interface.jpg


     

  • News


    Paragem geral para manutenção da Refinaria de Luanda

    5 de outubro de 2018
    Author:


    A Sonangol informa que estão temporariamente paralisadas as operações de produção na Refinaria de Luanda, para a realização das actividades programadas de manutenção geral dos diversos sistemas. A paragem geral, em curso desde as primeiras horas do dia 1 de outubro de 2018, não deverá ser superior a 60 dias.

    A referida paragem é uma acção cíclica normal no funcionamento das refinarias, e tem como objectivo a realização de intervenções profundas para reabilitação, substituição e modernização das instalações, preparando-as para um novo ciclo de actividade.

    Esta interrupção temporária das operações na Refinaria de Luanda não terá impacto na distribuição de derivados de petróleo à população, uma vez que foram acautelados os stocks necessários de gasolina, gasóleo e outros.

    De notar que a Refinaria de Luanda produz 20% das necessidades do País, em termos de derivados de petróleo.

  • News


    COMUNICADO DE IMPRENSA: Construção de refinaria na província de Cabinda processo de avaliação de candidaturas chega ao fim

    9 de novembro de 2018
    Author:


    ​No âmbito da implementação da estratégia de desenvolvimento da actividade de refinação de petróleo bruto no País, que define, para o efeito, três eixos geográficos - Cabinda, Luanda e Lobito - foi lançado, em 2017, um concurso internacional, cujo processo decorreu em duas Fases.

    Das sessenta e oito entidades que, inicialmente, manifestaram interesse em participar da construção de uma refinaria em Cabinda e de outra no Lobito, vinte e oito foram apuradas para a Fase Um, das quais sete foram seleccionadas na Fase Dois para concorrerem ao projecto de construção da refinaria em Cabinda, que deverá ter uma capacidade de processamento não superior a sessenta mil barris de petróleo bruto por dia.

    Nessa última Fase, as entidades seleccionadas foram sujeitas à avaliação da sua condição jurídico-legal, competências técnicas e financeiras, através de um processo de Diligência Prévia (Due Dilligence) levado a cabo por uma entidade independente e de reconhecida reputação internacional.

    Deste modo, o Conselho de Administração da Sonangol E.P. comunica que a avaliação, iniciada em Dezembro de 2017, das candidaturas que foram submetidas por diversas empresas e consórcios para a construção de uma refinaria na província de Cabinda, chegou ao fim.

    Por conseguinte, na sequência da referida avaliação, foi superiormente homologada a selecção e posterior adjudicação da construção da refinaria de Cabinda ao consórcio United Shine, em parceria com a Sonangol, cabendo à primeira 90% e à Sonangol Refinação – Sonaref S.A. 10% do respectivo capital social.

     

  • News


    Sonangol e ENI assinam contrato de partilha de produção

    8 de novembro de 2018
    Author:


    ​​A Sonangol E.P. e a ENI assinaram quarta-feira, dia 7 de Novembro de 2018, em Luanda, uma adenda ao contrato de partilha de produção do Bloco 15/06 operado pela referida companhia petrolífera italiana. 

    0-snl_eni_assinam_acordo_big.jpg

    A adenda ao contrato assinada sujeitou-se às aprovações requeridas pela legislação angolana, tendo sido autorizada também a extensão da área do Bloco 15/06, para a inclusão de três novos prospectos, nomeadamente o Reco Reco, o 31A e o 31B, com potencial para a exploração de poços de petróleo e de novas descobertas comerciais, podendo adicionar reservas ao referido Bloco e, consequentemente, proporcionar o aumento da produção de petróleo bruto do País, nos próximos anos. 

    Contrariamente ao noticiado, a produção em Angola, até 2022, está estimada em 1.490.000.00 (Um milhão quatrocentos e noventa mil) barris de petróleo/dia. 

    O Bloco 15/06, cujo grupo empreiteiro integra a ENI (operadora), a Sonangol Pesquisa e Produção e a SSI, está localizado a aproximadamente 350 km a noroeste de Luanda e 130 km a oeste do Soyo.

    0-snl_eni_assinam_acordo_big2.jpg


  • News


    Sonangol e Glencore assinam acordo de parceria

    1 de novembro de 2018
    Author:


    ​A Sonangol E.P. e a Glencore, empresa multinacional anglo-suíça especializada em trading, assinaram na quarta-feira (31 de Outubro), em Luanda, um acordo de parceria para o fornecimento, à petrolífera nacional, de gasóleo para viaturas e para a marinha (MGO).

    Foram signatários do acordo, o Presidente do Conselho de Administração da Sonangol E.P., Carlos Saturnino, e o CEO da Glencore para o Petróleo e Gás, Alex Beard.
     
    No final do acto de assinatura, que decorreu no edifício sede da empresa angolana, Carlos Saturnino afirmou que “este acordo traz vantagens para a petrolífera nacional, porque foram apresentadas propostas com valores financeiros mais baixos do que no passado”.
    Recordou que anteriormente também já havia sido feito um acordo vantajoso com a Total, mas desta feita para o fornecimento de gasolina. Garantiu que estes concursos vão se tornar regulares, pois, sublinhou, “têm dado bons resultados”.
     
    Por sua vez, Alex Beard lembrou que as duas empresas já realizaram negócios há vários anos, e que a Glencor sempre teve o desejo de voltar a cooperar com a Sonangol. Alex Beard regozijou-se com a assinatura do presente acordo e disse esperar que os negócios com a estatal angolana possam ser aumentados e melhorados nos próximos anos.
     
    acordo_topo.jpg

    Além do PCA da Sonangol E.P., participaram igualmente da cerimónia os Administradores da empresa, e membros das Comissões Executivas da Sonaci, Sonaref, Sonangol Limited e Sonasia.

  • News


    SONIP - Convocatória

    6 de agosto de 2018
    Author:


    A SONIP – Sonangol Imobiliária e Propriedades, Lda., por intermédio da sua Direcção de Contratação e Regularização Patrimonial, vem pelo presente solicitar a comparência de V/Excia. referenciado(a) na lista anexa no sentido de deslocarem-se ao Edifício Sede da empresa, sito na Rua Rainha Ginga n.º14 (Junto ao Edifício Sede dos Correios de Angola) no período correspondente entre 08h30  às 12h00, conforme indicação do calendário estabelecido, com o objectivo de tratar assuntos do seu interesse.